Últimos Posts
Cultura

Teatro

Shows

Exposições

Noite

Festas

Esportes

Eventos Esportivos

Mostra Livre de Artes 2012



Nascida em 2005 no Circo Voador, a Mostra Livre de Artes - MoLA, surgiu com o objetivo de abrigar artistas de diversas áreas que não encontravam espaço para expor suas obras. E eles vieram. Artistas plásticos, cenógrafos, produtores, músicos, atores, poetas, performers, cineastas e todos que tinham algo a acrescentar à ideia se reuniram no Circo Voador e ajudaram a germinar a semente do projeto que chega à sua sétima edição em 2012.

O conceito desta edição aborda temas pertinentes à arte contemporânea, como autoria, intervenção urbana, engajamento social e deslocamento de obras. Ao todo, são sete instalações artísticas ocupando os jardins do Circo Voador, entre os dias 31 de outubro e 3 de novembro.

Além destas instalações artísticas, cada dia do evento contará com a participação de cineclubes diferentes, projetando tanto no telão interno quanto externo do Circo Voador diversas obras cinematográficas, sempre a partir das 18h. Na lona e no pátio do Circo haverão apresentações de artes cênicas e, a partir das 21:30h, as bandas e coletivos musicais passam a agitar a noite!

Um dos destaques é o músico pernambucano Di Melo, que se apresenta hoje (31/10) com o repertório que o levou ao sucesso na década de 70. Outro destaque é a cantora Mallu Magalhães que mostra na sexta-feira, dia 2, o seu novo trabalho, Pitanga.


Mostra Livre de Artes
Quando? Quarta (31) a sábado (3), a partir das 18h
Onde? Circo Voador
Rua dos Arcos, s/nº - Lapa
Quanto? R$ 40,00 (grátis até 21h)
Saiba mais...

Impressionismo: Paris e a Modernidade

A exposição traz pela primeira vez ao país uma seleção de 85 obras-primas do acervo do Museu d'Orsay de Paris, um dos mais visitados museus do mundo, dedicado à arte do século XIX e detentor da mais importante coleção de impressionistas.

A mostra reflete a história da pintura ocidental no período que compreende a segunda metade do século XIX e início do século XX e é dividida em seis módulos – Paris: a cidade moderna, A Vida Urbana e Seus Autores, Paris É Uma Festa, Fugir da Cidade, Convite à Viagem e A Vida Silenciosa, com obras de grandes mestres como Camille Pissaro, Claude Monet, Edgar Degas, Edouard Manet, Gustave Coubert, Carot, Henri Toulosse-Lautrec, Jules Lefebvre, Paul Cézanne, Paul Gauguin, Pierre-Auguste Renoir e Vincent Van Gogh.

No dia 23, às 19h, haverá uma mesa-redonda com a participação dos curadores. O evento é gratuito, com senhas distribuídas uma hora antes do início da palestra. Durante todo o período da exposição Impressionismo: Paris e a Modernidade, o Programa Educativo desenvolverá ações que acontecerão ao longo do dia em vários espaços do CCBB. Você poderá ser surpreendido com uma destas atividades.

O público visitante terá à sua disposição souvenirs confeccionados para a mostra e que estarão à venda para o público em quiosque especialmente montado para o evento.


Impressionismo: Paris e a Modernidade
Quando? 23 de outubro a 13 de janeiro de 2013
Horário: Terça a domingo, das 9h às 21h
Onde? Centro Cultural Banco do Brasil - RJ
Rua Primeiro de Março, 66 - Centro
Quanto? Entrada Franca
Saiba mais...

Rock in Rio 2013 #1



A produção do festival Rock In Rio confirmou mais três atrações para a edição brasileira em 2013: Bruce Springsteen, Metallica e Iron Maiden.

O anuncio foi feito nesta terça (16/10), em uma coletiva de imprensa realizada no Cristo Redentor. De acordo com a programação, o festival acontecerá nos dias 13, 14, 15, 19, 20 e 21 de setembro de 2013, na Cidade do Rock.

Roberto Medina, ao anunciar o line-up, disse que vai "fazer um evento melhor do que fiz antes”. O produtor ainda confirmou George Benson, Ivan Lins e grupo formado pelo Sepultura e Tambores Du Bronx.

O ingresso custará R$ 260,00 (inteira) por dia, com meia-entrada a R$ 130,00. A pré-venda exclusiva para clientes Rock in Rio Club começa neste sábado, dia 20 de outubro, por meio do site ingresso.com, e a pré-venda do Rock in Rio Card para o público em geral terá início ainda no dia 30 deste mês.

As vendas específicas para cada dia do evento serão realizadas a partir do dia 1 de fevereiro de 2013 e o pagamento poderá ser feito por cartão de crédito, parcelado em até quatro vezes.



29/10/2012
Foi divulgada pela organização do Rock in Rio a participação de uma nova atração, o cantor Ben Harper, que deverá se apresentar no dia 20 de setembro de 2013 no palco Sunset!
Saiba mais...

Era uma vez, e não era uma vez



Remontar um espetáculo teatral é sempre um desafio, ainda mais quando se passaram 10 anos da primeira apresentação. No entanto, com a mesma disposição de quando tudo começou os integrantes do Grupo Milongas encararam a passagem de tempo, não só no na aparência física, mas também na linguagem do texto, que sofreu algumas alterações para se tornar atual, mas ainda mantendo a utilização das lendas, autos, danças, folguedos, cordel, jogos, brincadeiras populares e musica ao vivo, oriundas do projeto original do espetáculo infanto-juvenil Era uma vez, e não era uma vez, resultando em uma apresentação ritmada e dinâmica.

Desde a sua concepção, em 2002, o trabalho desperta no público o interesse pelos personagens da Cultura Popular Brasileira (Curupira, mula sem cabeça, bumba meu boi...) às vezes esquecidos pelas crianças. E toda essa brasilidade pode ser conferida na história envolvente de um menino que imagina criaturas fantásticas e engraçadas para esquecer a tristeza de ter perdido o avô. A reapresentação do espetáculo celebra o aniversário de 10 anos do grupo que se formou a partir dessa montagem.

Era uma vez, e não era uma vez
Quando? 3 de novembro a 16 de dezembro de 2012
Sábados e Domingos, às 18:30h
Onde? Teatro do Jockey
Rua Mário Ribeiro, 410 - Gávea
Quanto? R$ 30,00 (inteira)

Texto: Breno Sanches e Camile dos Santos
Direção: Breno Sanches
Elenco: Adriano Pellegrini, Camile dos Anjos, Hugo Souza, Patrícia Ubeda e Roberto Rodrigues
Saiba mais...

Encena - Desvendando o Processo (2ª Edição)

Fachada da Galeria Tac
A Galeria Tac vai abrir as portas novamente para a mostra Encena – Desvendando o Processo, mostra de processos criativos em artes cênicas idealizada para artistas e grupos de teatro mostrarem trabalhos em processo de criação. A regra é simples: cada artista ou grupo tem até meia hora para mostrar cenas ou fragmentos de uma peça que esteja em processo de ensaio. Depois, há um debate com o público. A mostra acontecerá nos dias 18 e 19 de outubro, de 19 às 23 hs, com entrada franca.

A primeira edição de Encena – Desvendando o Processo ocorreu em 14 e 15 de junho deste ano e teve ótima repercussão no meio teatral. Dois grupos que se apresentaram na mostra, inclusive, cumpriram bem-sucedidas temporadas logo depois: Teatro do Nada, com Segredos, e Grupo Rascunho, com Nelson ou ensaio sobre o amor no buraco da fechadura (ambos no Teatro Cândido Mendes). As principais características, portanto, serão mantidas: a descontração e o ecletismo.

Pela segunda vez, vão se juntar num mesmo espaço artistas iniciantes e experientes, narrativas mais tradicionais e novíssimas pesquisas de linguagem. Nesse pequeno painel da safra teatral carioca serão apresentados os seguintes artistas: Brunno Vianna, Cia. Teatro da Estrutura, Grupo Andaimes, Grupo Atorais, Teatro Curupira, Na Cia. do Outro, Grupo Interface, Fauxto Freitax, A Casa Voadora, Flávia Coelho, Cia de Teatro Baú da Baronesa e Grupo Zimba.

Confira a seguir a programação dos espetáculos:

Quinta-feira, 18 de outubro

19:00 Brunno Vianna
"Lamento e Liberdade"
Texto e direção: Brunno Vianna
Com: Cláudia Leopoldo e July
19:30 Cia. Teatro da Estrutura
"Vem!"
Texto, Concepção e Direção: Márcio Zatta
Com: Helen Maltasch, Diego Sant’ana, Carol Mattos e Otto Caetano
20:05 Grupo Andaimes
"Não sou feliz, mas tô tentando..."
Texto: Bárbaro Heliodoro
Direção: Márcio Nogueira
Elenco: Marcos Andrade e Renato Correia
Assistência de direção: Juliene Lima
20:40 Grupo Atorais
"Eu me amo. Eu me aprovo."
Texto e Direção: Vinícius Arêas
Elenco: Dayanna Lima, Bruno Dal Ponte e Vinícius Arêas
21:20 Teatro Curupira
"Um Samba para Plínio Marcos"
Texto: Plínio Marcos
Direção: Ronaldo Ventura
Elenco e coreografia: Ana Cecilia Reis e Caju Bezerra
22:00 Na Cia. do Outro
"Breve - um pequeno conto de Romeu e Julieta"
Texto e direção: Rodrigo Brand
Elenco: Ciça Ojuara e Rodrigo Guedes

Sexta-feira, 19 de outubro

19:00 Grupo Interface
"Em 5 Minutos"
Texto e Direção: Mônica Diniz
Com: Leda Nascimento, Silvia Werneck, Marcelo Pires, Dani Niño, Bernice Xavier e Mônica Diniz
19:30 Fauxto Freitax
“Coisas que eu sempre quis dizer a você mas nunca tive coragem”
Texto e Direção: Fauxto Freitax
Com: Fauxto Freitax
20:15 A Casa Voadora
"Gata amarrada em Saco de Pano"
Dramaturgia: Vanessa Pequeno
Direção: Marco Andrade
Elenco: Cristiana Carvalho, Maria Júlia Garcia, Vanessa Pequeno
20:50 Flavia Coelho
"Duas Palavras"
De: Isabel Allende
Com: Flavia Coelho
21:30 Cia de Teatro Baú da Baronesa
"Jumbo"
Direção: Joana Lebreiro
Dramaturgia: Cilene Guedes
Elenco: Cilene Guedes, Fernanda Bastos, Fernanda Huffel, Heloísa Lazari, Letícia
Milena, Naiana Borges e Nina Pamplona
22:10 Grupo Zimba
"As Almas Pertencem a Deus"
De: José Majestic
Adaptação e direção: Eduardo Katz
Elenco: Jorge Santos, Reinaldo Scirius, Sonia Nogueira, Dani Góes, Fernando e Ricardo Kaettano.

Encena – Desvendando o Processo
Quando? 18 e 19 de outubro às 19h
Onde? Galeria Tac
Av Mem de Sá, 319 - Centro
Quanto? Entrada Franca
Saiba mais...

William Wilson e o Universo



No filme Biutiful, o personagem de Javier Bardem diz que não quer morrer, pois não pode deixar seus filhos sozinhos. Sua amiga, uma espécie de guia espiritual, lhe diz então: "Acredita que é você quem cuida dos pequenos? Não seja ingênuo. O universo cuida deles." Essa noção de que estamos sujeitos a princípios que transcendem nossas leis e desejos diz muito sobre as questões que o diretor Alexandre Rudáh pretende levantar com o espetáculo William Wilson e o Universo, que estreia dia 19 de outubro, às 20 horas, na Sala Multiuso do Espaço SESC.

William Wilson é o nome fictício utilizado por um homem que, ao se aproximar da morte, roga de seus semelhantes a compreensão pelos atos que o levaram à ruína completa. Segundo ele, seus infortúnios começaram na escola, onde conheceu um garoto que, além da aparência física, tinha o mesmo nome e data de nascimento que ele. A partir disso, Edgar Allan Poe desenvolve o tema do Doppelgänger, termo cunhado por Jean Paul Richter em 1796 para designar as pessoas que veem a si mesmas.

O cuidado e a sutileza dessa narrativa estabelecem uma composição baseada na racionalidade, na lógica e em elementos do Fantástico, gênero literário caracterizado por situações que, distantes da realidade humana, inverossímeis ou imaginárias, são ligadas por uma causalidade de caráter mágico: pode ser que o duplo seja apenas uma representação da consciência de William Wilson. Tomas Mann, comparando William Wilson e O Duplo, de Fiódor Dostoiévski, disse que ambos exploram o tema de maneira similar, mas que Edgar Allan Poe lida com esse famoso motivo romântico por meio de um caminho muito mais profundo, no que diz respeito ao sentido moral e a sua resolução através da poética.

A composição dramatúrgica William Wilson e o Universo apresenta ainda recortes de Eureka: Um Poema em Prosa – ensaio filosófico e cosmológico, baseado na conferência O Universo. Publicada em 1848, a obra é o "canto do cisne" de Edgar Allan Poe. Segundo Einstein, o ensaio é uma bela execução de uma mente extraordinariamente independente. Através dele, o autor descreve sua concepção sobre a natureza do universo e discute a relação do homem com Deus, a quem ele compara com a figura de um autor. Edgar Allan Poe considerou Eureka como sendo seu trabalho mais importante. No contexto do espetáculo, os recortes desta obra são apresentados como epílogo do personagem William Wilson, também revelando ao espectador uma visão poética e apaixonada sobre o destino do homem e do universo.

William Wilson e o Universo
Dias e horários:
  19 a 21 de outubro (sex a sab às 20h e dom às 18h)
  26 de outubro (sex às 20h)
  1 a 11 de novembro (qui a sab às 20h e dom às 18h)
Onde? Espaço SESC (Sala Multiuso)
Rua Domingos Ferreira, 160 - Copacabana
Quanto? R$ 20,00 (inteira)
Saiba mais...

O que mais já passou por aqui

Não podemos esquecer também dos outros posts mais antigos que também passaram por aqui. Confira abaixo alguns deles que deram o que falar!